Sustentabilidade é o assunto do momento, está em todo canto. Nos dias atuais, o agronegócio deve ser sustentável, a indústria deve ter ações sustentáveis, as cidades precisam ser sustentáveis. Tudo deve girar em torno disso.

O assunto sustentabilidade é bastante amplo, no entanto, pode ser explicado pelo famoso “tripé da sustentabilidade”, ou seja, significa ser Economicamente correto, Socialmente justo e Ambientalmente sustentável.

Essa é uma questão que veio para ficar e toda a sociedade precisa se adaptar, inclusive seu negócio. Portanto, se você tem uma marcenaria, pode sair na frente quando o assunto é este.

Por que tornar a marcenaria mais sustentável?

Todos nós sabemos que a matéria-prima de toda marcenaria é a madeira. Porém, este item fundamental vem se tornando cada vez mais escasso e, só por isso, agir de forma sustentável deixou de ser uma mera cordialidade e passou a ser uma necessidade de todo gestor de marcenaria.

Porém não é só isso. Historicamente, a marcenaria tradicional é uma atividade que faz uso de alguns processos que são considerados muito agressivos ao meio ambiente, caso do desmatamento para uso de madeiras nobres, por exemplo.

Porém, graças ao avanço do desenvolvimento sustentável, as marcenarias mais tradicionais precisam (quase que obrigatoriamente) se adaptar caso não queiram ter suas vendas diminuídas drasticamente ou ficar mais próximas do encerramento das atividades.

Por isso, o desenvolvimento de novas estratégias que atendam ao tripé da sustentabilidade deve ter importância fundamental em todas as marcenarias. Estas devem promover a valorização dos recursos através de serviços e projetos mais confiáveis, que respeitem o meio ambiente, promovendo a qualificação da mão de obra e garantindo a satisfação do consumidor.

Como explorar o conceito de marcenaria sustentável?

A primeira ação que todo gestor de marcenarias deve fazer para tornar a sua atividade mais sustentável é mudar sua atitude. Afinal, para ser sustentável é preciso querer ser sustentável!

Com este desejo em pauta, o gestor deve ponderar algumas ações que visam tornar a marcenaria mais amiga do meio ambiente. São elas:

1. Priorizar sempre a procedência da matéria prima. Toda madeira e demais materiais utilizados em uma marcenaria devem ter garantia de origem e qualidade. Entre os selos mais importantes temos: Selo FSC (Forest Stewardship Council), Ecodesign, Selo madeira legal e outros;

2. Promover a redução do consumo de água e energia. Para isso, deve-se adotar processos mais eficientes e econômicos, além do uso de equipamentos mais modernos e que promovam a redução do desperdício;

3. Utilizar madeiras de demolição;

4. Coletar e utilizar da água da chuva em processos de limpeza da área de produção e pintura dos móveis;

5. Reduzir ao máximo as sobras de produção e buscar melhor aproveitamento de resíduos de fabricação;

6. Utilizar materiais reciclados quando houver a possibilidade;

7. Utilizar de softwares e métodos digitais que fazem o correto plano de corte das peças, diminuindo o desperdício e aumentando a eficiência em todo o sistema produtivo;

8. Usar, sempre que possível, de energias renováveis na área de produção.

Iniciativas como estas aqui apresentadas, além de serem ecologicamente corretas, reduzem o custo da operação, tornando a atividade economicamente favorável e atendem a necessidade de um mundo mais sustentável.

Ser sustentável é estar inserido no novo mundo. Sua marcenaria pode fazer parte disso! Você quer ter uma sua marcenaria mais sustentável? Então siga essas ações apresentadas! Nosso planeta tem muito a ganhar com isso!

E se ficou alguma dúvida, deixe para gente pelos comentários! 

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *