Você gosta de criar móveis na garagem da sua casa e pratica a marcenaria como um hobby? O que  acha de começar a ganhar dinheiro com a fabricação destes móveis em uma marcenaria mais equipada e que você pode chamar de sua?

Muitos “marceneiros de finais de semana” têm essa mesma vontade de fazer o hobby virar profissão, no entanto, acham que vão ter que investir muito, ou que é muito complicado começar.

Mas a realidade é diferente do que a maioria pensa. Montar uma marcenaria não é difícil, basta seguir alguns passos para que ela seja criada sem demandar muitos custos.

Confira o passo a passo a seguir.

1. Localização e estrutura da marcenaria

O primeiro passo a ser dado é escolher a localização da marcenaria. Você ainda pode monta-la na garagem, mas para não haver problemas com os vizinhos (devido ao excesso de ruídos), o ideal é escolher uma área de preferência industrial ou, ao menos, comercial.

Tendo a ideia de localização, você deverá procurar o órgão específico da Prefeitura Municipal e pedir autorização para instalar sua marcenaria ali. Esta autorização será baseada no Plano Diretor Urbano, presente em todas as cidades.

Ademais, o ambiente deve apresentar todas as condições técnicas que garantem boa iluminação, além de rede elétrica e quantidade de tomadas compatíveis com os equipamentos comuns de marcenarias. O espaço deve garantir também boa circulação dos colaboradores.

Por fim, busque se informar sobre todas as exigências legais presentes na legislação específica. Isso porque, qualquer empreendedor de uma nova marcenaria deverá cumprir algumas exigências iniciais, para que, somente a seguir, ele consiga abrir sua marcenaria.

2. Equipamentos necessários

Marcenarias sem ferramentas não saem do lugar, certo? No entanto, antes de escolher quais equipamentos/ferramentas você deve ter na sua marcenaria, primeiramente você precisa saber qual é o tipo de móvel que você pretende produzir. A partir daí,  terá uma lista de equipamentos necessários, sejam eles mais específicos, ou aqueles que toda marcenaria deve ter.

Veja a seguir uma lista básica que toda marcenaria deve ter:

  • Furadeira;
  • Serra Tico Tico;
  • Serra Fita;
  • Arco de serra;
  • Parafusadeira;
  • Trena;
  • Martelo;
  • Nível;
  • Serrotinho (para pequenos cortes e ajustes);
  • Chaves de fenda e philips,
  • Brocas

Além desses equipamentos, se você for realizar o projeto de móveis modulados, é fundamental adquirir um software para projetos de marcenaria, garantindo maior eficiência e tempo na produção do móvel.

Lembre-se: busque fazer investimentos em ferramentas de qualidade, com isso o produto final também será superior.

3. Pessoal

Este passo é fundamental, afinal, os colaboradores serão os responsáveis pela fabricação dos móveis. Mas quantos colaboradores são necessários?

Bom, o quadro de funcionários para o início das atividades irá depender do tamanho sugerido da marcenaria. Se a ideia for uma marcenaria média, a área de produção deve ser composta por 2 marceneiros oficiais e mais 2 auxiliares.Esses colabores também podem dividir os trabalhos com a área da montagem residencial/comercial.

Quando houver showroom serão necessários mais 2 colaboradores que tenham a capacidade de bom atendimento, além de fazer projetos para o cliente.

Você, no papel de empreendedor deve se dedicar com afinco à tarefa de capacitar, estimular e manter seus quadros de pessoal. Estes, por sua vez, devem estar em constante atualização técnica e profissional.

4. Matéria-prima

A principal matéria-prima de qualquer marcenaria é a madeira e suas respectivas variações, caso do MDF, laminados, compensados, aglomerados, dentre outros. No entanto, além da madeira, há os acessórios fundamentais tais como fórmica, parafusos, colas e mais uma série de produtos adicionais. Estes, por sua vez nunca devem faltar.

Por isso, antes de começar a produção você deve definir muito bem quais serão seus fornecedores de matéria-prima. Faça uma definição média de produção por período, com isso, você conseguirá gerir o estoque da melhor forma.

5. Necessidades complementares

Até aqui, apresentamos o passo a passo básico para abrir uma marcenaria, porém, há outros passos essenciais que também devem ser ponderados pelo empreendedor de marcenarias de primeira viagem. São eles:

  • Vendas e marketing: Você pode produzir os melhores móveis, mas se não souber vender, sua marcenaria dificilmente ficará no azul. Por isso, saber vender é fundamental e o investimento em marketing pode ser uma etapa que todo empreendedor deve se preocupar;
  • Processo de produção: a produção envolve captação do cliente, orçamento, confecção da peça, aprovação do cliente e entrega. Saber seguir estas etapas é um passo fundamental;
  • Conhecimento do marcado: Antes de abrir uma marcenaria, você deve conhecer como é o mercado e quais são as necessidades dos consumidores para esse tipo de produto.

Seguindo todas essas etapas, é hora de mostrar a sua qualidade na fabricação de móveis, com isso suas vendas crescerão de forma considerável. Depende de você!

Você pretende abrir uma marcenaria? Esperamos que o passo a passo do artigo de hoje possa ter ajudado! E na hora de comprar sua Serra Fita, conte com a Mill

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *